0 comentários / Publicado em por Agencia Bydas

O comportamento do consumidor altera-se constantemente e estas mudanças estão diretamente relacionadas com a faixa etária de cada um e, segundo o relatório “Tendências Consumer 2020” da IDEASLLYC, com três elementos principais que estão na base das escolhas de cada um: o desafio demográfico, os critérios económicos e a evolução da tecnologia e o uso de dados.

Ora, de acordo com os autores do relatório mencionado anteriormente, existem dez tendências principais para os consumidores em dois mil e vinte, entre as quais o ativismo pós-geracional, resultante, em parte, do envelhecimento das redes sociais. O ativismo pós-geracional foca-se em vários temas, entre os quais, a sustentabilidade. A sustentabilidade é um dos temas mais debatidos da atualidade e surge com o objetivo de corrigir e minimizar os erros cometidos no passado, que prejudicaram fortemente o planeta em que vivemos. Uma das maiores fontes de poluição no mundo é industrialização, incluindo o setor da moda. Tenha em conta que a indústria da moda engloba vários consumos excessivos, como o da água, energia, químicos utilizados para a produção dos tecidos, entre outros, e a difícil gestão do desperdício e da reciclagem.

Como tal, pretendo apresentar-lhe algumas dicas para se tornar um consumidor ambientalmente mais sustentável e responsável.

1. Lave menos as suas roupas: nem sempre após a utilização de uma peça significa que seja “obrigatório” lavá-la de imediato. Existem outras opções que por vezes são suficientes para que possa voltar a utilizá-la, como arejá-las ou vaporizá-las.

2. Reduza a limpeza a seco: este tipo de limpeza implica a utilização de vários produtos químicos que prejudicam os tecidos, o meio ambiente e a sua pele.

3. Utilize menos o ferro: nem todas as peças de roupa que possuem a etiqueta com a recomendação de “passar a ferro” necessitam de ser engomadas. Como alternativa pode usar o programa de vapor se possuir uma máquina de secar, ou então utilizar um vaporizador.

4. Utilize baixas temperaturas: ao reduzir a temperatura das suas lavagens para os 20-30 graus, está a economizar as fibras têxteis da sua roupa e a poupar energia.

5. Slow Fashion: um movimento que tem como objetivo combater o consumo exagerado de peças de vestuário, levando o consumidor a comprar de forma mais consciente e responsável. Junte-se a este movimento e comece a comprar menos, mas com mais qualidade. Uma excelente alternativa para modificar os seus hábitos de compra no vestuário, é optar por comprar em lojas de roupa em segunda mão.

6. Marcas sustentáveis: quando comprar roupa, preocupe-se em verificar previamente se as marcas adotam um comportamento sustentável, consciente e responsável, como a H&M, Levi’s, C&A, etc.

Por fim, para que possa tornar-se um consumidor mais responsável e sustentável, deixo-lhe sugestões de várias lojas de roupa online em segunda mão espalhadas por todo o mundo. Tenha um estilo único, seja um consumidor responsável. Boas compras!

0 comentários

Deixe um comentário

Todos os comentários do blog são verificados antes de serem publicados

Language
English
Open drop down